sábado, 4 de maio de 2013

Migração

Caminhando
Ando
E ando.

Tanta flor diferente
Tanto jardim igual

Vê-se de todo muro
Vê-se de toda cor
O mesmo suspiro velho
E o mesmo ônibus cheio
A mesma garagem o mesmo quintal.

Pôrdosol
Igual em todo lugar
Diferente em todo olhar
O olhar voa...
Ê saudade...

Nenhum comentário: