sexta-feira, 23 de novembro de 2012

“Não contendas com alguém sem razão, se te não tem feito mal”. (Pv. 3:30)


“Não contendas com alguém sem razão, se te não tem feito mal”. (Pv. 3:30)

Mas para muitos evangélicos que conheci isso era uma desculpa para pairar na alienação e na preguiça de lutar pelo seu próximo. Quando me questionam porque abandonei completamente a religião eu deixo claro que me causa repulsa o individualismo e o consumismo do cristão, e mais me causa repulsa ainda a sua associação de benção com bens materiais. Mas nada disso me deixa mais decepcionado do que o fato de não assumirem tal comportamento.

Se Jesus fosse realmente conhecido de alguns, seria odiado pela Igreja e seus fiéis seguidores (da Igreja, não de Jesus), pois ele lutou pelo que acreditava, até o fim. Não seria ele alguém que participou e causou muitas contendas com um fim?

Existe uma censura silenciosa, agressiva e injusta pairando nas Igrejas cristãs, quando você, por mais jovem que seja, questiona alguma prática, é rotulado de pecador, e tão logo deve ser afastado por ser o "irmão que gera contenda entre irmãos", quando muito este mesmo "irmão" é o que enxerga o lobo no meio das ovelhas. Mas isso não importa, Igreja é uma total bobagem e perda de tempo.

Nenhum comentário: