quarta-feira, 4 de abril de 2012

XXIX

Sempre seremos ridículos aos olhos do futuro.

Nenhum comentário: