sábado, 5 de novembro de 2011

Frase XXII

Licença poética? O caralho! Eu escrevo o que quero e falo como quero. Os ouvidos são opcionais.

Nenhum comentário: