sexta-feira, 13 de maio de 2011

Caetanagem

O poeta antes deitou em relva
E cantou, como contou
A história que foi cantada.

O poeta hoje deita em ferro
E grita, como gritaram
Que tudo o que foi contado foi cantoria.

Nenhum comentário: